Ainda não tem acesso? Estude com a gente! Matricule-se
Ainda não tem acesso? Estude com a gente! Matricule-se

Dúvida sobre quando refazer o Story Points

Boa tarde, primeiramente parabéns a didática da professora Cecilia Fernandes.

Minha dúvida é que foi explicado que os cards que não foram concluídos em uma sprint se devem voltar ao backlog para serem priorizados novamente podendo participar da próxima sprint ou não.

Nesse retorno o Story Points (estimativa de esforço) que foi realizado através de um Planning Poker para o card X para a sprint 1 foi de 8 story points, no término da sprint 1 o card X foi concluído 80%. Na próxima sprint (seja a sprint 2 ou sprint 20) que este card X entrar, ele vai continuar tendo o valor de esforço de 8? mesmo faltando somente 20% do trabalho? Ou seja na primeira sprint em que este card participou e na sua primeira estimativa foi considerado que para realizar 100% do trabalho seria esforço de 8 story points, como só foi realizado 80% na próxima planning que este card estiver seria melhor continuar a primeira estimativa de 8 story points ou realizamos uma nova estimativa considerando que só falta 20%?

Se caso a resposta anterior for que tenha que manter a primeira estimativa, então se tem a situação abaixo: No curso e nos fóruns aqui e em outros locais deu a entender que este card X por não ter sido concluído, na teoria, não existe meio termo ele é tido como não realizado. Mas na prática a branch está lá com os 80% de alterações deste card X. Seguindo a lógica da teoria, seria considerar na próxima sprint em que o card X entrar é que ele continue com 8 story points, então teremos no somatório de esforço um 8 que na prática foi um 2 ou 1 story points. Se adicionar a este exemplo outro cenário já mencionado aqui nos fóruns, em que um card não concluiu por não ter sido testado, então poderia acontecer (casos mais extremo) de uma sprint ter vários cartões com estimativas feitas, que na prática só faltou testar ou falta detalhe para conclusão, então se têm em uma sprint em que os devs ficam sem card, por esses cards já estarem pronto ou quase prontos. Na teoria a sprint estaria na média de esforço, por exemplo 50 story points, mas na prática 30 story points destes pontos de estimativas foram realizados em sprints anteriores, isso é uma boa prática no scrum?

Obs.: Desculpem, tentei ser breve, mas acabou ficando grande a pergunta.