Ainda não tem acesso? Estude com a gente! Matricule-se
Ainda não tem acesso? Estude com a gente! Matricule-se

Feedback Genérico

Acredito que quanto ao Feedback devemos estar atentos as orientações repassadas. Mas ao mesmo tempo, não temos isso tão claro em nosso dia a dia, justamente por não ter o costume de receber feedback. O feedback genérico, quanto ouvido, pode estar mais relacionado a uma questão de "feeling" . Está correto o meu entendimento?

2 respostas

Oi Luciney,

Acredito que o feedback pode estar relacionado sim com a questão de "feeling", mas o ponto de atenção é que nem todas as pessoas estão em sintonia com o mesmo feeling.

Enquanto emissor: o ideal é evitarmos, porque se não a pessoa pode perder uma oportunidade de aprendizado e crescimento porque não fomos diretos.

Enquanto receptores: por mais que a outra pessoa tenha boas intenções ao dar um feedback genérico, nós (que temos mais clareza sobre o quanto ele pode não ser efetivo) podemos chamar a pessoa e perguntar mesmo, como por exemplo: "você disse que é para eu ser mais atenta. Então o que preciso? Fazer uma tarefa de cada vez, confirmar com o setor correspondente se o processo é esse?".

Assim damos a oportunidade da outra pessoa ter mais clareza também sobre como ela pode nos ajudar.

Como nem tudo é perfeito, pode haver situações onde o emissor do feedback continue generalizando, dê respostas curtas... Nesse caso, é uma questão dela. E o nosso papel é tentar calibrar o feeling com ela, porque nem todos conseguem ter essa clareza de imediato.

Espero ter ajudado.

Olá Luciney,

Penso que há um certo risco se ao recebermos um feedback genérico confiarmos apenas no nosso "feeling" para "fecharmos" o nosso entendimento. Talvez o melhor seja perguntar à pessoa que forneceu o feedback mais detalhes sobre o que ela realmente deseja dizer. E assim podermos aproveitar melhor o seu conteúdo.