Ainda não tem acesso? Estude com a gente! Matricule-se
Ainda não tem acesso? Estude com a gente! Matricule-se

Solucionado (ver solução)

"Equipe" de um só

Olá, trabalho numa equipe onde cada desenvolvedor tem seu backlog de projetos já priorizados. Quando um projeto é iniciado, o desenvolvedor faz a análise do que foi solicitado, faz os levantamentos necessários do que precisa ser alterado, desenvolve, testa e entrega ao usuário para homologação. Este homologando e aceitando, vai para produção.

Penso em como aplicar Scrum "sem equipe". Ou a equipe seria uma dupla: desenvolvedor & usuário ?

Obrigado.

2 respostas
solução

Hmm... acho que você vai se beneficiar mais das práticas de aumento de visibilidade e afins do que do restante do processo, nesse caso.

No fundo, toda a burocracia do Scrum com as reuniões e os papéis foi construida para facilitar as interações entre os indivíduos envolvidos no projeto e aumentar seu grau de comprometimento.

Creio que se você se comunicar frequentemente com seu usuário e aplicar a gestão visual (com um quadro branco, por exemplo), isso já deve ajudar bastante! Se quiser uma certa previsibilidade para você mesmo no futuro, pode estimar as histórias e ver o quanto consegue executar em um intervalo de tempo.

E, indo além do processo, acho mesmo que você se beneficiaria mais focando em práticas ágeis de código, dado seu ambiente. :-) Você faz testes automatizados? Automatizou o build do seu projeto? Faz deploy com quanta frequência? Dava pra melhorar isso?

Esse tipo de aprendizado deve impactar mais no seu dia-a-dia. A trilha de testes do Alura tem um bocadinho de informações legais e os cursos de DevOps e Jenkins também podem te interessar!

Minha contribuição:

Precisamos nos basear no fato de que as atividades a 4 ou mais mãos tem maior probabilidade de ser mais produtivas e ter menos débitos técnicos.

Sabemos por outro lado que a cultura da euquipe é uma barreira desafiante, pois envolve postura comportamental.

Tem-se então um paradoxo: conquistar sem dividir ou dividir para conquistar?

Vale a reflexão.