Ainda não tem acesso? Estude com a gente! Matricule-se
Ainda não tem acesso? Estude com a gente! Matricule-se

Conhecimentos do P.O

O Dono do Produto (P.O) deve ter conhecimentos técnicos, como programação por exemplo, para poder criar uma tarefa no backlog?

6 respostas

Oi Gabrielle, tudo bem?

O papel de P.O. não necessariamente requer habilidades técnicas. Basicamente um P.O. deve:

  • Discutir novas funcionalidades e valor que será agregado no negócio dos clientes
  • Decidir quais funcionalidades serão desenvolvidas pela equipe e com quais prioridades
  • Escrever estórias de usuários descrevendo a funcionalidade que deve ser desenvolvida, explicando para o time técnico o resultado de negócio esperado
  • Dar feedback sobre a funcionalidade que foi desenvolvida e aceitá-la ou não.
  • Gerenciar dependências com outras equipes / departamentos

É um papel que requer muito mais soft skills :)

Olá Gabrielle,

Complementando a resposta do Otávio, as tarefas que são adicionadas no backlog da sprint são discutidas e criadas pelo time todo, ou seja, os desenvolvedores, juntos com o P.O. e o S.M. irão discutir as histórias para criar as tarefas que serão adicionadas ao backlog.

Apenas mais um complemento ao que os amigos acima falaram, o PO quando escreve a estória do usuário basicamente ele descreve a necessidade do usuário, a solução não é descrita, pois a mesma vai ser dado pelo time tecnicamente, logo o PO não precisa ter o conhecimento técnico.

Sua dúvida deve ter surgido do fato de que tarefas são, sim, mais técnicas. Mas não é o PO que as cria.

Quando se fala de história de usuário, estamos falando de uma funcionalidade. E uma funcionalidade pode ter uma ou mais tarefas.

O PO elabora (podendo ser em conjunto com o DevTeam) as histórias de usuário. Mas é o time que estipula as tarefas necessárias.

Isso é o que sugere o Mike Cohn no seu livro Agile Estimating and Planning, mas eu noto que nem todo mundo faz o que ele diz, porque na verdade você estima as histórias em (em dias ideais ou SPs) e as tarefas em horas ideais, por exemplo .

Vejo que ora os cards são tarefas junto com histórias de usuário e tudo é estimado em SPs.

Enfim, você teria que ter um gerenciamento do todo (para a Release Plan) e das iterações (para a sprint = Iteration Plan).

Ao meu ver, o PO é um FDP (Fatiador, Descartador e Priorizador) das funcionalidades. E essas são suas principais ocupações, além da criação dos itens pro Backlog.

Isso mesmo, o PO seria no caso os olhos do cliente, ele também vai direcionar, dar feedback para a equipe do que está sendo feito sempre tendo em vista o que o cliente deseja

Ao meu ver um P.O deveria saber pelo menos do negocio a ser aplicado... Acho estranho uma função que não entende do que "solicita".