Ainda não tem acesso? Estude com a gente! Matricule-se
Ainda não tem acesso? Estude com a gente! Matricule-se
Solucionado (ver solução)
Solucionado
(ver solução)
1
resposta

Spy ou Mock para interfaces

Em um aplicativo que faz uso bastante consistente de inversão de dependências, ao realizar testes unitários sempre realizo o mock das interfaces de que a classe testada depende para isolar os testes. Dito isto, criar mocks de interfaces faz mais sentido do que spies, visto que são classes sem nenhum comportamento por definicição?

1 resposta
solução!

Certamente, João. Usamos spies quando dependemos de algum objeto real. Já os mocks representam objetos falsos, cujo comportamento é definido por nós no ambiente de testes.

Ao criar um Spy baseado numa interface, você teria que implementar todos os métodos dessa interface, já com mock só é necessário definir o comportamento dos métodos chamados no teste.

Quer mergulhar em tecnologia e aprendizagem?

Receba a newsletter que o nosso CEO escreve pessoalmente, com insights do mercado de trabalho, ciência e desenvolvimento de software