Ainda não tem acesso? Estude com a gente! Matricule-se
Ainda não tem acesso? Estude com a gente! Matricule-se
1
resposta

Sistema de recompensa

Sentir prazer é bom, é uma sensação que o homem busca, às vezes de forma desenfreada e com consequências negativas para sua existência. Mas existe o prazer advindo da recompensa, aquela sensação prazerosa que indica um bem estar geral, do trabalho realizado com total êxito, do problema resolvido, das tarefas que foram concluídas de forma segura e completamente satisfeitas. O cérebro humano possui um sistema de recompensa, que processa as informações relacionadas à sensação de prazer ou satisfação. É um evento presente no homem ancestral, até mesmo nos animais, mas que ainda hoje é presente na nossa constituição humana. A área de processa toda essas sensações está no córtex pré-frontal, faz parte do sistema de recompensa e da capacidade de ponderar e pensar em longo prazo. O sistema de recompensa pode ser uma ótima forma de motivação, trazer força e foco, alimentando nossa força de vontade. Assim podemos ver como saudável e positivo o sistema de recompensa ou prêmio:

Trabalho no que gosta de fazer, traz férias mais prazerosas; Estudar, nos mantém atualizados e nos torna menos dependente da opinião do outro, nos libertando do condicionamento; Um passeio pela natureza, lugares abertos e ricos em contatos, como praias, parques, florestas e áreas rurais; Trabalho social voluntário ajuda humanitária e engajamento social, que nos faz sentir úteis, necessários, e parte da diminuição dos problemas sociais e minimização do sofrimento humano.

1 resposta

Oi Carlos,

Que baita aula, hein?

Muito rico o seu compartilhamento. Gosto dessa clareza, pois ela nos ajuda a compreender melhor esses processo internos e relacioná-los com a prática, um belo convite a sair do modo "piloto automático" que somos submetidos diariamente, até por uma questão de economia de energia que o cérebro se esforça em manter.

Quer mergulhar em tecnologia e aprendizagem?

Receba a newsletter que o nosso CEO escreve pessoalmente, com insights do mercado de trabalho, ciência e desenvolvimento de software