Ainda não tem acesso? Estude com a gente! Matricule-se
Ainda não tem acesso? Estude com a gente! Matricule-se

Solucionado (ver solução)

Dúvida quanto ao exemplo

Olá pessoas do fórum!

Fiquei com uma dúvida quanto ao exemplo usado na Aula 2 - Atividade 11

No vídeo o professor fala de uma gincana e tals, e formação de times.

Entretanto (até aonde vai o meu entendimento, ou a falta dele) não podemos utilizar a distribuição binomial nesse caso, pois para fazermos um experimento binomial devemos seguir as seguintes regras:

  1. Realização de n ensaios idênticos.

  2. Os ensaios são independentes.

  3. Somente dois resultados são possíveis, exemplo: Verdadeiro ou falso; Cara ou coroa; Sucesso ou fracasso.

  4. A probabilidade de sucesso é representada por p e a de fracasso por 1-p=q. Estas probabilidades não se modificam de ensaio para ensaio.

E no exemplo dado pelo professor, os ensaios não são idênticos, explico:

  • O universo é de 360 pessoas sendo 60% mulheres Mulheres = 216 Homens = 144

Quando for montar o primeiro time irá se escolher uma pessoa, existe uma probabilidade de 60 % dessa pessoa ser mulher, esse é o primeiro ensaio.

No segundo ensaio, dependendo do resultado do primeiro, a probabilidade de se escolher um homem ou uma mulher não vai mais ser 40% ou 60%, pois o universo observado será diferente. Será um universo de 359 pessoas e com o número de homens ou mulheres diferente do primeiro ensaio.

Isso também fere a regra 2, pois um ensaio irá interferir no outro

Talvez eu não tenha entendido direito o exemplo, vocês podem me ajudar a entender aonde eu estou viajando?

Muito Obrigado :)

2 respostas

Acompanhando o tópico pq achei a dúvida interessante e não me veio a cabeça esse questionamento.

solução

Olá Eduardo e Victor,

Um colega nosso teve uma dúvida muito parecida com a de vocês (https://cursos.alura.com.br/forum/topico-neste-exemplo-o-ensaio-nao-seria-dependente-90320).

Observe que o problema trata da seleção de equipes e não da seleção de homens e mulheres. Outro ponto importante é que o problema não diz que o universo tem 360 indivíduos. O que diz é que foram inscritas na gincana deste ano um total de 30 equipes com 12 integrantes cada e pede uma estimativa de quantas, das 30 existentes, deverão ter em sua formação 8 mulheres.

A proporção de 60% vem de uma informação obtida da gincana anterior, ou seja, estamos assumindo que o mesmo padrão de formação de equipes será mantido na atual gincana para podermos realizar uma estimativa.

Outro ponto importante é não confundir ensaios independentes com modificação das probabilidades de ensaio para ensaio. Quando falamos em independência dos ensaios estamos dizendo que as condições de seleção do ensaio i não são influenciadas pelo ensaio i-1 ou por qualquer outro. Já a modificação das probabilidades podem ocorrer de um ensaio para o outro exatamente como exemplificado por você. Em nosso problema essa probabilidade é fixa.

Espero ter ajudado