Ainda não tem acesso? Estude com a gente! Matricule-se
Ainda não tem acesso? Estude com a gente! Matricule-se

Solucionado (ver solução)

Como o Guilherme Silveira conseguiu todo esse conhecimento?

Desculpe a pergunta que parece besta, mas simplesmente estou muito impressionado com o conhecimento e profundidade do curso, moro em uma cidade onde os recursos e informações acerca de tecnologia são muito escassos, quase inexistentes, graças a Deus assinei o Alura e tive acesso à informações que realmente estão explodindo minha mente e me pergunto: hoje eu tenho o Alura para me ajudar a crescer na carreira, mas e se o Alura não existisse, qual seria outro fonte de conhecimentos acerca de Linux e sistemas operacionais em geral. Com certeza o Guilherme vem de um ambiente muito diferente do meu, com outras oportunidades e tal, mas ainda assim estou muito curioso para saber a fonte desse conhecimento, foi faculdade? Curso no exterior? Penso nisso porque na época que ele aprender com certeza não havia uma Alura da vida que pudesse ensiná-lo.

3 respostas
solução

Oi Felipe tudo bem?

Aqui está um episódio do podcast da Caelum (Hipster.Tech) que fala da história da Caelum e também um pouco da história do Guilherme Silveira https://hipsters.tech/por-tras-do-hipsters-caelum-alura-e-casa-do-codigo-hipsters-100/

Espero ter ajudado!!!

Felipe, o Guilherme já está perto dos 40 anos e tem 20 anos de experiência com código e programação. Isso faz uma diferença.

Como líder de educação na Caelum e na Alura, também é trabalho dele conhecer pessoas de muito conhecimento e encontrar formas de transmiti-lo. Então em alguns cursos o conteúdo e roteiro foram montados a quatro mãos.

Mas a grande parte do conhecimento dele vem das comunidades, dos fóruns, das plataformas de ensino e da prática. Não é a toa que tentamos reproduzir a forma de ele aprender por aqui na Alura.

Há outras teorias: de que ele tenha aprendido tudo com o irmão mais velho, ou que venha de outro planeta.

Oi Felipe,

Com certeza foram diversas práticas e privilégios.

  • o acúmulo de experiências pelos mais de 20 anos trabalhando na área
  • antes dessa experiência profissional, tive 8 anos de programação como hobby e diversão caseira Isto é, tive o privilégio de ter começado cedo, incentivado pelo meu pai e irmão mais velho, e de estar fazendo isso tem muito tempo. Independentemente de quando começou, continue estudando e praticando, o crescimento é contínuo e constante.

Um "não privilégio" que virou vantagem... não tínhamos muito acesso a vídeo game, nosso primeiro apareceu mais tarde na vida e mesmo assim com poucos recursos para comprar ou alugar fitas, então programávamos no tempo livre. Virou um hábito, explorar, automatizar, ao invés de jogar. Eu vicio muito rápido em jogos, mas sou muito ruim, o que me afasta de jogos multiplayers que consumiriam muito do meu tempo, me deixando mais tempo pra me divertir programando e estudando coisas que eu gosto, que me ajudam a relaxar. Não recomendo a ninguém zerar a diversão, mas se uma diversão toma todo o seu tempo livre, repensar o tempo livre.

Também tive o privilégio de ter feito uma escola técnica na área de edificações e descobrir que não queria trabalhar na área... passei a focar na matemática e programação, que me levou a outro privilégio, uma faculdade pública com acesso a professores e professoras que me incentivavam. Além de meu irmão mais velho que sempre foi um padrão que tentei seguir e acompanhar.

Ter ídolos que queria seguir e pessoas me incentivando ajudou bastante.

Hoje tenho a Alura e outras fontes - livros, cursos, documentação, pessoas - onde tiro dúvidas, pergunto, critico, tudo sem medo. Você vai me ver fazendo perguntas básicas de alguma tecnologia que estou aprendendo nos grupos por aí, e vai me ver passando 30 minutos lendo documentação "chata" de API pq quero entender quais opções tenho. Vai me ver também nas comunidades como a da Alura, Data Hackers, eventos, nos fóruns como o do GUJ/Stackoverflow, perguntando, tirando dúvidas, participando.

Acho que nesse curso específico estudei pra prova explorando documentação (man pra tudo que eu podia), testando os comandos, e já tinha mais de 15 anos de uso de linux :)

Acho que é um resumo geral. Sorte, acesso a ferramentas, documentação e pessoas, timing, dedicação, ídolos a seguir e prática, nas comunidades, nos fóruns.

Cada um encontra o ritmo e técnicas que funcionam pra si próprio, bora estudar e praticar :)